Dietas da moda colocam a saúde do coração em risco

post02
Fisicamente ativa durante a gestação
19 de julho de 2016
post04
Cuidados dobrados com o coração durante o inverno
24 de julho de 2016

Dietas da moda colocam a saúde do coração em risco

post05

Planos alimentares restritivos podem estar por trás de danos à saúde, considerando que resulta em carências de nutrientes e até mesmo na elevação do risco de males cardiovasculares. Uma das mais famosas é a Dieta Atkins, cuja base exclui pães e massas, aumentando a ingestão de carnes. Tal dieta é rica em gordura saturada, vilão ao colesterol e, logo, ao coração.

As dietas da moda são amplamente relacionadas a grandes restrições para rápida perda de peso, que nem sempre são causadas pela redução de massa gorda. Além disso, são extremamente difíceis de serem seguidas em longo prazo – geralmente não caracterizando vida saudável.

Esse tipo de alimentação pode causar diversos tipos de prejuízos, desde psicológicos aos físicos. Por ser facilmente abandonado, o peso tende a ser recuperado rapidamente. Esse processo abala o emocional, bem como afeta o organismo como um todo. A privação de nutrientes específicos leva a respostas desagradáveis: lentificação do metabolismo e um desejo intenso por alimentos que forneçam glicose (energia) rápida, caso de doces e de carboidratos simples e refinados.

Descartar o carboidrato também coloca a saúde em risco, não devendo ser excluído jamais da dieta. O ideal é realizar escolhas inteligentes, substituindo os simples e refinados, presentes no arroz brando e na farinha, pelos cereais integrais.

Ao retirar o carboidrato da alimentação, aumenta-se o consumo de outros nutrientes, como proteínas e gorduras – com destaque para as saturadas, encontradas nas carnes, leites e outras fontes de origem animal. O consumo desenfreado de alimentos ricos em saturadas eleva consideravelmente o risco de doenças cardiovasculares.

Obviamente, o carboidrato não pode ser ingerido de forma exagerada, uma vez que acarreta no aumento de triglicérides a partir do excesso de energia (Kcal). Esse mecanismo favorece a formação de placas nas artérias, que também está por trás das doenças cardiovasculares. O perigo é ainda mais latente quando a hipertrigliceridemia está associada aos níveis de colesterol ruim (LDL).

Quem quer perder peso deve ter em mente que o emagrecimento é consequente do estilo de vida saudável. O alvo principal deve ser a saúde. Alimentação equilibrada e prática de atividade física regular são os fatores primordiais para eliminar a gordura e obter resultados. Apesar de o inicio ser difícil e o acompanhamento nutricional ser indispensável, aos poucos o individuo se sentirá diferente, com mais disposição, sobretudo. O estabelecimento de metas também é outro fator importante e que auxilia na motivação e nas escolhas que permanecerão por toda a vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *