Álcool em excesso prejudica o coração

mulher-dor-coracao-pode-ser-sinal-de-infarto
Infarto apresenta sinais diferentes em homens e mulheres
26 de agosto de 2016
shutterstock_177000416-1600x1067
Entenda o que são os anticoagulantes
31 de agosto de 2016

Álcool em excesso prejudica o coração

shutterstock_70611931-1080x720

Nem sempre álcool faz bem ao coração – em pequenas doses, algumas bebidas podem até auxiliar na prevenção de algumas doenças; porém, em excesso tornam-se verdadeiros venenos. Até 40 ml de vinho tinto por dia ajudam na formação do chamado colesterol bom, mas o efeitos só são percebidos a longo prazo.

Quem tem o hábito de beber apenas socialmente não tem com o que se preocupar, entretanto é importante lembrar que bebida não é remédio. O álcool tende a destruir neurônios e aumentar níveis de adrenalina, característica que pode provocar o surgimento de diversas doenças. Cada organismo tem reação diferente, mas, em geral, as lesões no fígado e no coração começam, quando a pessoa bebe mais de seis gramas de álcool por dia (equivalente a quatro latinhas de cerveja).

O consumo abusivo e prolongado de bebida alcoólica pode, também, aumentar as chances de desenvolver cardiomiopatia, hipertensão, arritmias, derrames cerebrais e falência cardíaca. Como esse fator depende da concentração de etanol no organismo, o maior perigo está nos destilados.

Outro grande fator de risco é o casamento entre a bebida e o remédio para emagrecer, uma vez que estes elevam a pressão arterial, efeito potencializado pelo álcool, podendo causar parada cardíaca.

Alguns problemas também podem ser causados pelo álcool em excesso: miocardiopatia alcoólica causa o aumento das dimensões do coração e a diminuição de sua força propulsora; arritmia cardíaca, é mais frequente entre usuários de álcool, devido aos danos do músculo miocárdio provocados pela bebida; e derrame cerebral, comum em pacientes com miocardiopatia, pelo aumento do tamanho do coração, causando coágulos que podem se soltar e ocasionar o AVC.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *