Infarto apresenta sinais diferentes em homens e mulheres

dieta-saudavel-exercicio-fisico
Dieta saudável e exercícios físicos são prioridade na prevenção de doenças cardiovasculares
24 de agosto de 2016
shutterstock_70611931-1080x720
Álcool em excesso prejudica o coração
29 de agosto de 2016

Infarto apresenta sinais diferentes em homens e mulheres

mulher-dor-coracao-pode-ser-sinal-de-infarto

Relatório publicado pela Associação Americana do Coração (AHA) atestou que mulheres têm sintomas diferentes dos homens ao sofrer um infarto. Eles sentem fortes dores no peito, já elas podem apresentar dores mais amenas. Por isso, é fundamental conhecer os sinais femininos de ataque cardíaco, a fim de identificá-lo precocemente e buscar um pronto-socorro.

Em geral, as mulheres demoram mais a ter problemas e podem infartar por volta dos 50 anos. No caso dos homens, a partir dos 40. O risco delas é menor até a menopausa – todavia, no caso de menopausa precoce, cresce as chances de infarto e derrame.

Nem sempre a mulher tem os sintomas característicos de infarto, como dor no peito; ela pode ter manifestações inespecíficas, como uma dor que se espalha no peito, um peso no braço ou um mal estar. Além disso, muitas sentem dores na região epigástrica, confundindo com gases.

O coração delas é menor, as artérias coronárias são mais estreitas e a frequência cardíaca de repouso maior, ou seja, o coração é mais acelerado. Com isso, o diâmetro dos vasos pode favorecer ao acumulo de gordura; é essencial ficar atento e cuidar da saúde do coração com prática de exercícios físicos e dieta equilibrada.

O infarto pode, também, dar sinais de menor intensidade nos dias anteriores – isso vale tanto para homem, como para mulher --, consistindo em dores mais curtas, duas a três vezes na semana. Assim, muitas vezes não são valorizadas e, logo, essas queixas não são levadas ao especialista.

O intervalo entre o início do infarto e o recebimento do pronto-socorro é determinante, haja vista que reflete diretamente nas sequelas e no sucesso do tratamento. O retardo no atendimento compromete o músculo cardíaco; ou seja, é imprescindível fazer o quanto antes a desobstrução e liberar a passagem de sangue para o coração.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *