Ansiedade causa prejuízos físicos e psicológicos
21 de dezembro de 2016
Cirurgia bariátrica e o coração
26 de dezembro de 2016

Castanhas, nozes e amêndoas

Para uma dieta equilibrada, a recomendação é unanime: adicione a ela as oleaginosas, ou seja, as castanhas, nozes e amêndoas de tipos variados. Com diversos benefícios à saúde, podem ajudar na manutenção de uma vida mais saudável e prazerosa, afinal, além dos seus nutrientes elas carregam consigo um sabor singular.

São ricas em gorduras boas – como a monoinstaurada –; antioxidantes, responsáveis por eliminar radicais livres, evitando doenças crônicas degenerativas; e possuem ação anti-inflamatória. Assim, podem e devem ser utilizadas como lanche ou até acompanhando uma refeição.

No entanto, ressalta-se a importância de consumi-las com parcimônia no dia a dia, como in natura e em unidades, por exemplo. Evitar ao máximo as industrializadas que são vendidas em mercados e lojas onde, normalmente, são acrescentados temperos ricos em sódio, açúcares, corantes ou aromatizantes que interferem diretamente no efeito que elas terão no organismo.

Consumir excessivamente as oleaginosas pode provocar um aumento considerável do peso corporal e, no caso da castanha-do-pará que possui um mineral chamado selênio, acabar gerando uma intoxicação, seguida de queda de cabelo, fadiga, dermatite e alterações leves da dentição. Por isso, o mais indicado para um adulto seria ingerir de três a quatro castanhas, amêndoas ou nozes ao dia.

No mais, todas possuem nutrientes importantes e indispensáveis para a uma alimentação que supra as demandas de nutrientes, vitaminas e minerais do nosso corpo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *