post-img
Religiosidade
13 de janeiro de 2017
post-img
Café pode não fazer mal
18 de janeiro de 2017

Tipos de açúcar

post-img

Como um país exímio em produção de açúcar, o Brasil oferece uma gama diversa para consumo da população. Dentre os mais famosos e utilizados podemos destacar o açúcar refinado ou açúcar branco, demerara e mascavo.

Embora hoje ainda seja chamada de “adoçantes naturais”, a maioria desses açúcares supracitados passa por um processo denso de refinamento, originando um produto totalmente diferente do seu estado in natura; com exceção do açúcar mascavo e orgânico que tem seus nutrientes e sabor originais mantidos.

Em bebidas, receitas ou doces, todos os tipos devem ser usados com moderação, afinal, sua ingestão excessiva pode acarretar diversos males para a saúde, por exemplo, diabetes, obesidade, colesterol alto, gastrite, mau funcionamento do intestino, entre outros.

No caso dos açúcares refinados, como o açúcar branco, eles recebem uma série de aditivos químicos perdendo todas as suas vitaminas e minerais, oferecendo apenas sacarose com calorias vazias, ou seja, é fonte de energia e de nenhum nutriente. Opção menos saudável que existe no mercado, só acrescenta doçura a qualquer receita que for utilizado.

Já o demerara passa por um processo de refinamento bem mais simples, sem receber aditivos químicos. Por ter os cristais envolvidos por melaço é o mais úmido, ótimo para adoçar bebidas.

Indo em uma linha mais saudável, o açúcar mascavo é o mais indicado. O seu processo para chegar até a mesa não passa do cozimento da cana, por mais que não tenha teor adoçante alto é, entre os tipos de açúcar, o que mais mantém seus nutrientes, perfeito para doces, bebidas, bolos e pães menos calóricos e mais nutritivos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *