Dor pélvica: sentir dor não é normal

Infecção Urinária: como evitar?
18 de novembro de 2019
Onde foi parar o desejo sexual?
25 de novembro de 2019

Dor pélvica: sentir dor não é normal

Cerca de 10 a 20% das mulheres sofrem com incômodos persistentes na região pélvica, que são consideradas crônicas quando se manifestam por um período de, no mínimo, seis meses. Apesar de pode ocorrer em qualquer idade, mulheres entre 30 e 35 anos são as mais afetadas. 

As causas são as mais diversas possíveis como endometriose, processos inflamatórios mal resolvidos, cistite intersticial, cistos ovarianos, entre outros. Além dos tradicionais medicamentos como forma de tratamento, fisioterapia, compressas quentes no local do desconforto e acupuntura podem auxiliar no alívio. A Associação de Obstetrícia e Ginecologia do Estado de São Paulo (SOGESP) recomenda ainda a prática de exercícios para aumentar a produção de endorfina que funciona como analgésico e diminui a dor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *