Marcelinho Machado integra à campanha Mulher Coração
25 de junho de 2020
Familiar com COVID-19: e agora?
2 de julho de 2020

Xô, dor nas costas

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), oito em cada dez pessoas terão dores nas costas ao longo da vida. A estimativa reflete a frequência que a condição afeta a população global, muito em função dos hábitos de vida adotados pela sociedade.  A lombalgia e as dores cervicais são multifatoriais e estão associadas à predisposição genética, sedentarismo, esforço repetitivo, má postura e, até mesmo, problemas psicológicos. 

Apesar de acometer mais idosos, jovens e crianças também podem sofrer com o problema. Isso porque a idade não é a única culpada, a postura, peso e a prática de exercícios físicos também tem forte influência. O dr. Alexandre Fogaça, médico ortopedista do Grupo de Coluna do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HCFMUSP), recomenda a manutenção de uma boa postura ao andar, trabalhar e digitar. Pausas, alongamentos e pequenas caminhadas de duas em duas horas também ajudam a prevenir as dores. Além disso, a prática regular de exercícios é essencial para evitar que as costas fiquem sobrecarregadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *