Amamentação e COVID-19: pode?

Jackie Silva integra à campanha Mulher Coração
5 de agosto de 2020
Atenção à saúde arterial
11 de agosto de 2020

Amamentação e COVID-19: pode?

Sim! A recomendação da Sociedade Brasileira de Pediatria é que, mesmo com as mães infectadas, a amamentação deve ser mantida com os cuidados necessários. Não existem evidências que o vírus esteja presente no leite materno de mães que contraíram a COVID-19. Porém, como é uma doença transmitida pelo contato, há medidas preventivas básicas para continuar com o aleitamento materno.

Em caso de mulheres com sintomas ou confirmação da COVID-19, antes de pegar o bebê, elas devem lavar muito bem as mãos e, durante a amamentação, precisam utilizar máscaras cirúrgicas. Em contrapartida, aquelas mães que não têm nenhum indício de sintoma ou suspeita, não precisam ter o cuidado adicional do uso da máscara, mas a higienização das mãos com água e sabão antes de manipular o bebê é indispensável.

O aleitamento materno é uma prática mais do que incentivada pelos órgãos de saúde nacionais e internacionais, isso devido aos inúmeros benefícios para, mães, bebês e crianças. O leite materno é capaz de reduzir a mortalidade infantil. Isso porque o leite está cheios de células que combatem a infecção e proteínas que vão fazer com que o bebê cresça saudável.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *