O que é bem-estar pra você?
21 de julho de 2021
Nova apoiadora: Thelma Assis
4 de agosto de 2021

Maternidade tardia

Congelamento de óvulos e maternidade tardia estão cada vez mais comuns, de acordo com especialistas. Em 2019, uma pesquisa feita na Inglaterra pelo Centro de Pesquisa em Reprodução da Universidade De Montfort revelou que a maioria das mulheres congela os óvulos por falta de um parceiro. O portal da Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia, febrasgo.org.br, revela que quando o motivo para adiar a maternidade é a carreira, já existem empresas que decidiram dar uma mãozinha às colaboradoras. Companhias como Apple e Google incluíram em seus pacotes de benefícios o reembolso para o congelamento de óvulos.

Idade-limite

Neste caso, o congelamento de óvulos pouparia a mulher da pressão em ser mãe antes dos 35 anos, quando, muitas delas, encontram-se no auge de suas carreiras. Mas, existe idade limite para congelar óvulos? Quanto tempo pode-se manter óvulos congelados? Rui Alberto Ferriani, ginecologista e presidente da Comissão Nacional Especializada de Reprodução Humana da Febrasgo, é enfático: “Não existe idade ideal. O que a gente sabe é que quanto mais jovem for a mulher, maior a capacidade dela produzir óvulos. E quanto mais velha, menor a probabilidade. A idade ideal de uma mulher engravidar, quando a produção é máxima, é entre 30 e 35 anos. Após isso, vai depender de cada mulher, mas esse número começa a diminuir. Uma mulher que se submete a congelamento após os 40 anos tem uma chance de ter óvulos de boa qualidade muito pequena. A idade também limita o número de óvulos a ser produzido”.

Congelamento

O processo de congelamento de óvulos envolve várias etapas. A paciente precisa fazer uma indução de ovulação. Geralmente, dura por volta de 10 dias. Envolve ainda o uso de alguns medicamentos que irão estimular o crescimento de folículos.
Por volta do 12° dia após o início da indução, a paciente é sedada para que os óvulos possam ser coletados. Esse processo é feito com uma agulha especial que fica acoplada a um ultrassom.
Após a coleta, eles serão encaminhados para um laboratório. Eles ficarão em uma incubadora para terminar de maturar, se necessário, e posteriormente selecionados. Só então ocorre o congelamento de óvulos. Para isso, utiliza- se nitrogênio líquido em uma temperatura de -196°C. Esses óvulos ficarão armazenados até que a paciente decida engravidar.

Investimento

O custo desse procedimento depende muito da clínica onde você fará o processo. Uma vez congelados os óvulos, a mulher paga uma taxa anual para mantê-los armazenados.
O portal febrasgo.org.br lembra que é preciso levar em conta, ainda, todos os processos que envolvem o pós-congelamento de óvulos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *