Como a frequência cardíaca pode ajudar na perda de peso?

Anabolizante coloca todo o organismo em risco
3 de fevereiro de 2022
Entenda o que são os anticoagulantes
17 de fevereiro de 2022

Como a frequência cardíaca pode ajudar na perda de peso?

Boa notícia para quem quer perder aqueles quilinhos por meio da prática de exercícios. A frequência cardíaca pode ser um grande aliado no processo de emagrecimento. E como se explica isso?

É simples, quanto mais vezes o nosso coração bate por minuto, mais energia o nosso organismo consome, ou seja, maior será a queima de calorias. Acompanhar a frequência durante o treino pode ajudar a regularizar a intensidade correta do esforço que está sendo realizado, controlando o tempo de recuperação de cada exercício, ajudando a não ter as famosas fadigas musculares.

Peraí, mas como faço para calcular ?

A frequência cardíaca mais nada é do que o número de vezes que o coração bate por minuto. Para calcular a frequência correta basta utilizar a seguinte fórmula: 220 – sua idade = batimentos por minutos (bpm). Por exemplo, se a pessoa tem 24 anos, a frequência cardíaca máxima será 220 – 24 = 196 bpm. O emagrecimento ocorre quando os batimentos ficam entre 60% e 80% do índice máximo – para uma margem segura é possível chegar a até 85%.

Uma boa maneira para ter controle sobre suas frequências é aderir a aparelhos que funcionam como sensores cardíacos, monitorando os batimentos e avisando mediante os monitores a pulsação. Eles podem estar posicionados no pulso, no pescoço ou no peito.

Mas não se esqueça que cada atividade exige no corpo uma determinada frequência já que alguns trabalham a parte monitora ao todo e outros apenas músculos individualizados, então, o cálculo deve ser feito para cada exercício.

Lembrando sempre que para práticas de esportes com segurança recomenda-se a busca de profissionais qualificados e orientação médica para ajudar a atingir o objetivo.

Compartilhe com as pessoas ao seu redor! Bora perder uns quilinhos de forma saudável e correta?

Fontes:
Associação Portuguesa dos Fisiologistas de Exercícios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *